Parques em SP

Parques em SP
5 (100%) 1 voto

Não é difícil cansar da loucura de trânsito e fumaça de São Paulo.

Mas, apesar do horizonte cinza e da imensidão de prédios infinitos, a cidade tem cantinhos verdes gratuitos e de fácil acesso que inspiram passeios tranquilos, leitura silenciosas ou até um piquenique animado entre amigos. Confira essas dicas e escolha onde quer descansar no próximo fim de semana.

Parques em SP

Templo Zu Lai

Templo Zu Lai

Esse é para tirar um dia zen e curtir o silêncio. Inaugurado em 2003, o Zu Lai, em Cotia, foi o primeiro templo do Monastério Fo Guang Shan na América Latina e é considerado até hoje o maior templo budista da América do Sul. Além de lindo, conta com jardins e lagos perfeitos para quem busca uma sessão express de paz interior – aos domingos, você pode participar de sessões gratuitas de meditação. Para comer, há boas opções veganas na cafeteria e no refeitório.



Parque Buenos Aires

Parque Buenos Aires

o Buenos Aires tem apenas 25 mil metros quadrados, mas apresenta belas esculturas em meio à natureza e é ótimo para caminhar, fazer um piquenique ou ler um livro. A grande atração fica por conta dos pets – há um divertido cercado para cães que fazem a festa e animam uma área do parque.

Parque da Água Branca

Parque da Água Branca

Esse serve para fazer um passeio tranquilo, uma caminhada romântica ou umas comprinhas (na famosa feirinha de produtos orgânicos do parque), mas mais do que isso: para distrair a criançada. O local abriga um museu geológico, um aquário, parque de diversões, sala de leitura, brinquedoteca e pula-pula inflável, além de animais como tartarugas, pavões, galinhas e macaquinhos, que são vistos soltos por ali.

Parque Trianon

Parque Trianon

Apesar de passar despercebido por muita gente no dia a dia caótico e barulhento do coração da cidade, o Trianon tem como principal vantagem sua localização. É um respiro para quem está na Avenida Paulista, pois fica pertinho do metrô Trianon-Masp.



Parque do Ibirapuera

Parque do Ibirapuera

O parque urbano mais famoso de São Paulo dispensa apresentações, mas não podia estar fora da lista: com pista de caminhada, ciclovia, lagoas, museus, monumentos, venda de água de coco e muito verde, o Ibirapuera é um oásis de 158 hectares na Zona Sul de São Paulo.

Parque Villa-Lobos

Parque Villa-Lobos

Ele está onde era um antigo depósito de lixo, que funcionou até 1989, que foi aterrado e plantado várias árvores.
Ele é bem grande, cerca de 700 mil metros quadrados. Ele conta com uma boa estrutura com quadras poliesportivas, lugar para corrida, um orquidário e uma linda biblioteca.

Parque da Luz

Parque da Luz

O Parque da Luz, também chamado de Jardim da Luz, fica bem próximo à Estação da Luz de metrô e trens e também logo atrás da Pinacoteca de SP, sendo o mais central dos parques em SP.
Foi inaugurado em 1825, sendo o parque público mais antigo da cidade, e inicialmente criado para ser o jardim botânico.

Parque da Juventude

Parque da Juventude

Seguindo o exemplo de lugares que melhoraram MUITO o seu uso em relação ao uso anterior, temos o Parque da Juventude, próximo à estação Carandiru do metrô, ou seja, ele foi construído onde era o antigo presídio do Carandiru.

Horto Florestal

Horto Florestal

O Horto Florestal fica na zona norte de São Paulo e é um parque urbano com área preservada da Mata Atlântica. Lá se encontra bicas d’água, três lagos e área de lazer. Há espécies raras de árvores e plantas, como o Pau Brasil (árvore símbolo do Brasil), Ipê Amarelo. Também tem animais silvestres como macaco-prego, esquilos e capivaras e aves como tucano, maritacas, pica-pau, garça, mergulhão, entre outros.

Parque da Cantareira – Núcleo Engordador

Parque da Cantareira – Núcleo Engordador

Ele é uma opção para quem quer sair do básico, entrar em contato com uma natureza mais selvagem que os parques urbanos. O ideal é ir para passar o dia, pois tem trilhas, lugar para fazer piqueniques, descansar, ir passear com as crianças e até entrar em uma cachoeira, quem disse que não tem cachoeira na cidade? Pois é, tem cachoeira em São Paulo.



Deixe seu comentário