Federação Espírita SP

A história da FEESP está registrada nas atas das reuniões das Assembleias Gerais de Associados e nas reuniões do Conselho Deliberativo – CD, da Federação Espírita do Estado de São Paulo – FEESP.

Segue abaixo um pouco do histórico da formação desta Casa.

Federação Espírita SP

No país que veria a ser descrito, em 1938, pela psicografia de Francisco Cândido Xavier como “Coração do Mundo, Pátria do Evangelho”, já contava, em 1936, com inúmeros Centros Espíritas, e com algumas Federações Estaduais. No Estado de São Paulo, as Casas Espíritas surgiam, porém isoladas não conseguiam fazer todo bem que gostariam, honrando a máxima fora da caridade não há salvação.

Lembramos que o primeiro livro psicografado por Francisco Cândido Xavier foi “Parnaso de Além Túmulo” editado em 1932. Em 1936 o movimento Espírita encontrava-se em fervorosa propagação, porém, faltava a união entre os Centros Espíritas fundados.



Conta o Dr. Ary Lex, em seu livro “60 anos de Espiritismo no Estado de São Paulo” que “até 1933, não havia, no Estado, qualquer entidade federativa que congregasse os espíritas. Na maioria dos Centros Espíritas predominava os personalismos, sendo o presidente a única pessoa a ditar os rumos dos trabalhos. Não havia qualquer intercâmbio entre os Centros ou, entre eles e a Federação Espírita Brasileira. Em fevereiro de 1933 foi criada a União Federativa Espírita Paulista, que apesar de possuir, teoricamente, representantes por todo o Estado, não procurava (ou não podia) ter razoável contato com os dirigentes de Centros, nem lhes dava orientações doutrinárias. Deixou à margem a Associação Espírita São Pedro e São Paulo, apesar de contar esta com os maiores valores espíritas. Foi por isso que surgiu, entre os militantes desta Associação, a ideia de criar uma Federação mais atuante”.

A ideia de se criar uma Federação estava ganhando adeptos e, em uma reunião, quando alguns colaboradores pioneiros do Espiritismo em São Paulo estavam reunidos, os Benfeitores Amigos se manifestaram e através de um representante da Espiritualidade, o médium deu a psicofonia que fez com que colaboradores de vários Centros Espíritas se reunissem.

As reuniões que se seguiram a essa reunião, onde os Benfeitores Espirituais se manifestaram, eram sempre iniciadas por uma prece inicial e finalizadas por uma prece final.

A partir da reunião de 28.09.1941, quando é realizada a primeira reunião do Conselho Deliberativo, então criado com o nome de Assembleia Regular do Conselho, e tendo como seu primeiro presidente o Comandante Edgard Armond, em 19.09.1943, passaram a dar oportunidade dos conselheiros receberem a orientação do Plano Espiritual através da palavra do Mentor.

Federação Espírita SP Palestras

Para saber sobre as palestras da Federação Espírita, acesse o site.



Federação Espírita SP Cursos

CURSOS ABERTOS: Destinam-se àqueles que estão tendo o seu primeiro contato com o Espiritismo e que estão à busca de noções gerais acerca da Doutrina Espírita.

  • Estudo de ‘O Livro dos Espíritos’
  • Estudo de ‘O Evangelho segundo o Espiritismo’
  • Estudo dos ‘Evangelhos do Novo Testamento’
  • Estudo das ‘Epístolas de Paulo’
  • Estudo de ‘O Livro dos Médiuns’
  • Estudo de ‘A Gênese’
  • Estudo de ‘O Céu e o Inferno’
  • Estudo das Obras de André Luiz
  • Ciência Espírita
  • Psicologia Espírita
  • Antropologia Espírita
  • Curso de Aprendizes do Evangelho

Para mais informações sobre os cursos, acesse o site.

Federação Espírita SP Psicografia

Psicografia, segundo o vocabulário espírita, é a capacidade atribuída a certos médiuns de escrever mensagens ditadas por Espíritos. Objeto de estudo da pseudociência da parapsicologia, o consenso científico atual não suporta as alegações deste e de outros supostos fenômenos paranormais.

Federação Espírita SP Jornal Espírita

O Jornal de Estudos Espíritas é um projeto de um periódico espírita em moldes acadêmicos destinado à divulgação de pesquisa original em Espiritismo. Seu escopo é amplo e abrange tópicos puramente doutrinários e multidisciplinares em que outras áreas do conhecimento humano possam contribuir para o progresso do Espiritismo em quaisquer um dos seus aspectos científico, filosófico e religioso.

De modo similar às revistas científicas e acadêmicas, o JEE adotará a metodologia de seleção de artigos conhecida como método de análise por pares (também conhecido pela sua expressão em inglês: peer review) em que árbitros ou pareceristasanônimos são convidados para analisar a validade de cada artigo de acordo com um conjunto de critérios previamente definidos.

Embora alguns periódicos e coletâneas espíritas já realizem a aplicação dessa metodologia em maior ou menor grau, o presente projeto apresenta uma nova revista que: i) seguirá moldes similares aos de revistas científicas e acadêmicas profissionais; ii) servirá a todo o movimento espírita de modo independente de qualquer sociedade, instituição ou órgão federativo espírita; e iii) será gerida e editada apenas por espíritas que possuem experiência acadêmica profissional de pesquisa.

Horário de Funcionamento Federação Espírita SP

  • Segunda a sexta das 8h30 ás 20h / Sábado e domingo das 8h30 ás 17h

Onde Fica, Endereço e Telefone Federação Espírita SP

  • Rua Dona Maria Paula, 140 – Bela Vista – São Paulo – SP
  • Telefone: (11) 3188-8383

Outras informações e site

Mapa de localização



Deixe seu comentário