Defesa Civil SP

Criado pelo Decreto 7.550, de 09 de fevereiro de 1976, o Sistema Estadual de Defesa Civil foi reorganizado em 16 de junho de 1995 pelo Governador Mário Covas mediante o Decreto 40.151.

Possui uma Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDEC), subordinada diretamente ao Governador do Estado e dirigida pelo Coordenador Estadual de Proteção e Defesa Civil.

Defesa Civil SP

Constitui-se no órgão Central do Sistema de Proteção e Defesa Civil do Estado de São Paulo.

As Coordenadorias Regionais de Proteção e Defesa Civil (REPDEC) atuam no interior do estado e na região metropolitana. São em número de dezenove, tendo como principal atribuição a formação, a orientação e o apoio às Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC) em todos os municípios.



A Defesa Civil é a organização de toda a sociedade para a autodefesa e fundamenta-se no princípio de que nenhum governo, sozinho, consegue suprir a todas as necessidades dos cidadãos. Uma comunidade bem preparada é aquela que tem mais chances de sobreviver.

É uma atividade permanente que se desenvolve através de ações desenvolvidas em cinco fases: – Prevenção: quando medidas são adotadas visando evitar a ocorrência de desastres; Preparação: refere-se a capacitação e treinamento dos agentes públicos e da população para atuar frente a eventos inevitáveis; Mitigação: que é a busca constante pela minimização de riscos e desastres em todas as demais fases; – Resposta: que se divide em socorro, quando todo o esforço é feito no sentido de se evitar perdas humanas ou patrimoniais na área atingida por desastres, e assistência, quando são criadas condições de abrigo, alimentação e atenção médica e psicológica às vítimas e desabrigados; – Recuperação: quando investimentos são feitos objetivando o retorno, no mais curto espaço de tempo possível, das condições de vida comunitária existentes antes do evento e, simultaneamente, prevenindo-se ou procurando minimizar as consequências de futuros desastres.

A Defesa Civil do Estado de São Paulo, em seus 43 anos de existência, evoluiu por meio da experiência adquirida nos diversos eventos calamitosos em que participou, coordenando ações, suplementando e apoiando Municípios e munícipes em seus momentos mais difíceis.

Defesa Civil SP SMS

A Defesa Civil de São Paulo envia mensagem (SMS) diretamente para os cidadãos. O serviço de texto fornece informações meteorológicas sobre qualquer um dos 645 municípios do Estado de São Paulo. A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC/SP), responsável pelas mensagens enviadas, ressalta que o serviço é totalmente gratuito.

Caso não tenha recebido a mensagem para realizar o cadastramento, é possível solicitar o serviço enviando um SMS para o número 40199. Basta enviar o CEP da sua residência ou de outros locais de interesse em qualquer período. Os usuários podem cadastrar quantos endereços quiserem, desde que faça um cadastro por SMS.

Defesa Civil SP Denúncia

O recebimento de denúncias e reclamações é feito:

  • Pelo telefone, através da Central 156 (opção 5), das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira.
  • Pessoalmente, das 10h às 16h, de segunda a sexta-feira, na Galeria Prestes Maia – Praça do Patriarca, 2, Sé.
  • Pessoalmente, das 10h às 16h, de segunda a sexta-feira, no Espaço “Aqui tem Ouvidoria”, na Rua Dr. Falcão, nº 69 ( ao lado da Estação Anhangabaú do Metrô – Linha Vermelha)
  • Correios: Rua Líbero Badaró, 293, 19° andar Centro – São Paulo – SP

Defesa Civil SP Missões

A Defesa Civil é a organização de toda a sociedade para a autodefesa por meio de ações de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação voltadas à proteção e defesa civil.

Uma comunidade bem preparada é aquela que tem mais chances de enfrentar situações adversas.

Entre outras medidas, cabe a ela, coordenar e supervisionar as ações de defesa civil, manter e atualizar as informações específicas, elaborar e implementar programas e projetos, prever recursos orçamentários para as ações assistências, capacitar recursos humanos, providenciar a distribuição e controle de suprimentos e propor a decretação ou homologação de situação de emergência ou de estado de calamidade pública.

As ações de Defesa Civil, com a função básica de proteger a vida, por meio de ações de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação voltadas à proteção e defesa civil.

Um dos problemas mais sérios para a organização dos trabalhos de prevenção e combate as calamidades é obter a participação da comunidade. Isso porque, na época atual, especialmente nas grandes cidades, por suas características psico-sociais, os cidadãos são levados a situar-se em um universo maior, neutralizando a sua sensibilidade e reduzindo sua atenção a interesses mais próximos e imediatos ou a problemas locais de pequeno porte.

O homem, cada vez mais, tende a preocupar-se com assuntos estranhos e distantes, e chega a desconhecer as dificuldades de seus vizinhos.

A comunidade caracteriza-se pelo consenso de trabalho, de cooperação e de concorrência de esforços, existentes em um determinado grupo de pessoas ou entidades, em face de interesses comuns que devem prevalecer em situações normais ou anormais.



Todo homem deve sentir-se parte integrante do lugar onde vive, influenciando e recebendo influência do meio, das tradições, hábitos e costumes.

Deve participar dos problemas e das aspirações locais. Precisará ser estimulada, por todos os meios, a participação social, individual e coletiva, de forma a ser obtida a mobilização e a motivação despertadoras da criatividade, na administração da solidariedade humana, mantendo o sentimento de autodefesa.

Somente assim poderemos ao menos evitar a perda de vidas preciosas, reduzir os prejuízos, e minorar o sofrimento das populações assoladas por catástrofes que não puderem ser prevenidas totalmente.

Defesa Civil SP Chuvas

Nos dias de verão o drama das enchentes se repete. Apesar dos esforços da Prefeitura e de todos os serviços de prevenção, como limpeza de bueiros, córregos e piscinões, Operações Cata-Bagulho e outros, quando chove em demasia ruas e casas são tomadas pelas águas.

Famílias ficam ao desabrigo, carros alagados resultam em perda total, árvores e postes caem, partes da cidade ficam sem luz, o trânsito vira um caos. O tamanho da tragédia, entretanto, pode ser menor se as recomendações da Defesa Civil forem adotadas.

O que fazer antes da inundação

Moradores de regiões propensas a inundações devem manter-se informados sobre as condições meteorológicas;

Ao primeiro sinal de chuva forte, coloque os móveis, eletrodomésticos e demais objetos em lugares altos;

Desligue aparelhos elétricos e eletrônicos, a chave geral de sua casa e feche os registros de entrada de água e de gás;

Retire o lixo e leve-o para áreas não sujeitas a enchentes;

Evite construir em cima e embaixo de barrancos que possam deslizar, carregando sua casa;

Cortes e Barrancos: A construção de casas nas encostas dos morros é, quase sempre, feita de modo errado. Não corte barrancos. Procure a Subprefeitura do seu bairro para receber orientação;

Coloque documentos e objetos de valor em um saco plástico fechado e em local protegido;

Não jogue lixo ou entulho no córrego, para não obstruir a passagem de água, nem em terrenos baldios ou ruas;

Limpe o telhado, calhas, condutores e canaletas para evitar entupimentos;

Seja solidário: avise seus vizinhos sobre o perigo, no caso de casas construídas em áreas de risco de deslizamentos; avise também, imediatamente, o Corpo de Bombeiros (193) e à Defesa Civil (199);

O que fazer durante a inundação

  • Evite o contato direto com a água contaminada da enchente, pois ela pode provocar doenças;
  • Se estiver em local seguro, procure não se deslocar; não atravesse ruas alagadas, pois você pode ser arrastado pela água;
  • Em local alagado, preste atenção a buracos e bueiros sem tampas ou encobertos pela água;
  • Em caso de ventos muito fortes, cuidado com as quedas de árvores, fios, postes, semáforos, etc;
  • Utilize calçado, calça comprida e blusa para a proteção do corpo; não use bermuda e não fique sem camisa;
  • Não deixe crianças brincando na enxurrada ou nas águas dos córregos, pois elas podem ser levadas pela correnteza ou contaminar-se, contraindo doenças graves, como hepatite e leptospirose.
  • Antes de tudo, salve e proteja vidas. Se precisar retirar algo de sua casa, após a inundação, peça ajuda à Defesa Civil ou ao Corpo de Bombeiros nos telefones mencionados acima;
  • Tente convencer as pessoas que moram em áreas de risco a saírem de casa durante as chuvas.

No carro

Se você estiver em um carro durante a enchente, diminua a velocidade e mantenha distância do veículo da frente.

  • Procure parar o carro em locais altos e livres de enchentes;
  • certifique-se, por intermédio do rádio, de qual é o melhor itinerário a seguir, a fim de escapar das áreas alagadas;
  • nunca atravesse áreas cobertas pela água; se isso não for possível, procure dirigir devagar, mantendo o carro acelerado;
  • evite se aproximar de outro veículo, espere que ele passe totalmente para então seguir em frente;
  • Se o nível de água estiver subindo, vá com sua família para um lugar seguro.

O que fazer depois da inundação

  • Beba apenas água filtrada ou fervida;
  • Não utilize alimentos que estiveram em contato com a água da inundação;
  • Fique atento aos sintomas de doenças, tais como febre, vômito, dor de cabeça ou no corpo (principalmente na “batata da perna”), e diarréia; nesses casos, procure os serviços de saúde;
  • Chuvas de grande intensidade ou longa duração provocam deslizamentos, principalmente em áreas de risco: fique atento a qualquer sinal;
  • Não use equipamentos elétricos que tenham sido molhados ou que estiveram em locais inundados, pois há risco de choque elétrico e curto-circuito;
  • Lave e desinfete os objetos atingidos pela enchente usando uma mistura de um copo de água sanitária para cada balde de 20 litros de água limpa, utilizando luvas e botas.

Horário de Funcionamento Defesa Civil SP

  • Segunda a sexta das 8h pas 17h

Onde Fica, Endereço e Telefone Defesa Civil SP

  • Av. Morumbi, 4500 – Morumbi – São Paulo – SP
  • Telefone: (11) 2193-8888

Outras informações e site

Mapa de localização



Deixe seu comentário